Eu

Tirei o curso de Design Gráfico no IADE. Comecei na publicidade quando ainda estava a acabar o curso, e trabalhei em agências durante 11 anos: primeiro a Publicis, depois Lintas, Timming, Bozell.

Em 1988 os computadores entravam, a pouco e pouco, nas nossas vidas e eu juntava-me a 3 sócios para criar o primeiro estúdio de criatividade e televisão português inteiramente baseado em computação gráfica.

O negócio teve os seus problemas mas a minha paixão pela tecnologia estava lançada. Com a Internet a chegar via modem,  muito devagarinho, desenvolvi os primeiros sites. Seguiram-se os CD’s interactivos, quiosques, DVD’s, e muitas mais páginas de Internet.

Sempre a acelerar, a minha actividade alargou-se a várias plataformas: televisão, imprensa, outdoor, e muito, muito design multimedia.

Tropecei na Siemens, por acaso, e não me arrependi. Integrado no departamento de Research and Development na área das telecomunicações, um grupo multimedia acreditava e apostava na fusão TIC: tecnologia, informação e comunicação. Passei a acreditar também. Foi uma excelente escola e uma enorme experiência. Produzi CD’s de formação para a Siemens AG, criei frontends para aplicações e ainda dei uma ajuda na comunicação.

Nesta altura já estava viciado em design, comunicação, tecnologia e nos novos media.

Passagem pela editora Impala. Produção de CD’s interactivos a partir do conteúdo de livros.

Nova experiência em digital signage e corporate TV na Mobbit Systems. Web TV também. Kick-off do canal de web TV do jornal Económico em S. Paulo, Brasil.

Agora sou designer multimedia freelancer e desenvolvo juntamente com programadores, o design e a produção de software web based, sites e aplicações móveis. Continuo a trabalhar em publicidade principalmente para a Junkers/Bosch. Trabalho com video, After Effects e Final Cut Pro.

Sou formador na EPI nos cursos de design e de multimedia onde dou os cursos de “Design de aplicações móveis”, “Design de websites” e “Animação 2D”.